Imagen de la portada

Sob o signo do leão: encontros entre Glauber e Straub-Huillet

Edson Pereira da Costa Jr

Resumen


O artigo se propõe a discutir a possibilidade de um diálogo pontual entre o cinema de Glauber Rocha e o do casal Jean-Marie Straub e Danièle-Huillet, a partir de três eixos: o tratamento dado à voz e ao discurso dos personagens; a dívida para com a estética teatral brechtiana; e a contraposição rítmica efetuada entre imagem e som ou entre blocos espaço-temporais subsequentes. Para tal, será realizada a análise de trechos de O leão de sete cabeças (1970), de Glauber, e de três filmes de Straub-Huillet: Othon: Os olhos não querem sempre se fechar ou talvez um dia Roma se permita fazer sua escolha (1969), Lições de história (1972), e Introdução a "Música de acompanhamento para uma cena de cinema"de Arnold Schoenberg (1972).

Palavras-chave: Glauber Rocha, Straub-Huillet, Brecht, cinema comparado

Abstract: The paper aims to discuss the possibility of formal correspondence between the cinema of Glauber Rocha and the films of Jean-Marie Straub e Danièle-Huillet. We presume that the correspondence takes place on three axes: voice and discourse of the characters; the legacy of a brechtian theatrical aesthetics; and the rhythmic counterpoint between image and sound and subsequent sequences. The analysis will be focus on O leão de sete cabeças (Glauber Rocha, 1970) and the Straub-Huillet’s films Othon: Os olhos não querem sempre se fechar ou talvez um dia Roma se permita fazer sua escolha (1969), Lições de história (1972), e Introdução a "Música de acompanhamento para uma cena de cinema" de Arnold Schoenberg (1972).

Key words: Glauber Rocha, Straub-Huillet, Brecht, comparative cinema

Data de recepção: 14/11/2015

Data de aceitação: 19/09/2016


Texto completo:

PDF
Resumen - 460 PDF - 133

Enlaces de Referencia

  • Por el momento, no existen enlaces de referencia


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.