Tensões, idealizações e ambiguidades: as relações entre campo e cidade no cinema em Pernambuco nos anos 1920

Autores/as

  • Luciana Corrêa de Araújo

Resumen

Resumo: Este artigo investiga as relações entre campo e cidade em filmes realizados ao longo da década de 1920 na cidade do Recife, capital do estado de Pernambuco, no nordeste do Brasil. Procura-se analisar como os filmes trabalham concepções como modernidade, tradição e progresso, referindo-se tanto ao tempo presente quanto à história econômica e social do estado.

Palavras-chave: cinema silencioso, cinema pernambucano, relação campo-cidade.

Abstract: This article researches the relationship between the city and the countryside in films produced during the 1920s in Recife, the capital of the northeastern state of Pernambuco, Brazil. It analyzes the representation of tradition, progress, and modernity, referring to the present as well as to the social and economic history of the state.

Keywords: silent cinema, cinema in Pernambuco, city-countryside.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Luciana Corrêa de Araújo

Luciana Corrêa de Araújo é pesquisadora de cinema e trabalha como professora-adjunta na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Desenvolve pesquisas sobre história do cinema brasileiro e cinema silencioso. É autora dos livros A crônica de cinema no Recife dos anos 50 (1997) e Joaquim Pedro de Andrade: primeiros tempos (2013).

Descargas

Publicado

12-12-2021

Cómo citar

Corrêa de Araújo, L. (2021). Tensões, idealizações e ambiguidades: as relações entre campo e cidade no cinema em Pernambuco nos anos 1920. Imagofagia, (08). Recuperado a partir de http://asaeca.org/imagofagia/index.php/imagofagia/article/view/594

Número

Sección

Dossier